<< voltar

Ateliê Débora Tolentino

Fazer brigadeiros está no sangue ou no coração?


No final da década de 60 minha mãe trabalhava como banqueteira, preparando todo o "banquete" de uma festa. Nesta época, eu tinha uns sete anos de idade. Entre uma brincadeira e outra, uma das coisas que mais me satisfazia era ajudá-la a preparar doces que sempre foram muito famosos em Campinas (SP), cidade onde morávamos, e em cidades vizinhas.

Anos depois, em Curitiba, já casada e com três filhas, decidi colocar em prática o aprendizado armazenado e montar uma confeitaria. Dessa forma, aperfeiçoei ainda mais meus conhecimentos.

A vida acabou mudando de rumo, mas o desejo de trabalhar com doces e presentes permaneceu. A família cresceu, as filhas casaram, vieram os genros, os netos, novos amigos e, com isso, muitas festas recheadas com deliciosas receitas.

Sempre gostei de fazer os doces criativos e diferentes que acabavam conquistando a todos. Foi então que, a partir dos elogios e incentivo dos amigos, decidi me especializar em brigadeiros, mas não somente nos comuns. Apostei nos elaborados, com sabores requintados e com as melhores matérias-primas: os brigadeiros gourmet. Fiz cursos, testei sabores, aprovei com familiares e amigos e criei a Céu de Brigadeiro, que realmente é um presente de Deus.


Meu desejo é que cada brigadeiro plante um sorriso e deixe a vida muito mais doce de ser vivida!


Débora Tolentino

Enviar para um amigo    Imprimir